EQUIPA

bannerlina nascida em Lisboa em 1978.

Formação em Encenação e Interpretação por Joaquim Benite, Iolanda Alves, Fernando Nogueira. Frequenta os Cursos: Commedia dell’Arte, leccionado por Filipe Crawford na Casa da Comédia (Iniciação à Técnica da Máscara/ Máscaras Neutras, Expressivas e Larvares/ Máscaras de Commedia dell’Arte); Expressão Vocal com Diogo Tomás; Workshop internacional pela DGARTES, Internacionalização e Estabelecimento de Parcerias nas Artes com a formadora: Yvette Vaughan Jones; Workshop O Corpo no Espaço com o cenógrafo francês Jean-Guy Lecat e o coreógrafo italiano Jean Paul Bucchieri; Curso O Sentido dos Mestres com Luís Miguel Cintra/Teatro Cornucópia no âmbito da parceria do 31º Festival de Almada e Share Foundation; Laboratório de Cenografia com Marta Carreiras/Teatro Meridional.
Como actriz, em película participou em Curtas-metragens nos trabalhos de Christine Félix Pereira tendo como última experiência “Estrada do Fado, trabalho/tese final da London College of Communication.
No palco integrou “Claustros” pelo Teatro de Papel.
Em 2003 inicia o seu percurso como actriz residente na companhia Animateatro integrando os espectáculos: “Estas mulheres”; “Romeu e Julieta MatriX”; “Covil K”; “Mosca na Vidraça”; “Não deves comer neve amarela…”; “Solidão”; “O Feiticeiro de OZ”; “YERMA; “Paz Mundial” (com encenação de Nicolas Brites); “Eufémia”; “O Magnífico DITADOR”.
Em 2013 numa co-produção entre a MUSGO, Animateatro e Cultursintra actuou no espectáculo “OU QUIXOTE” sob direcção de Paulo Campos dos Reis.

nascida em Ferreira do Alentejo em 1979.

Formação em Interpretação por Bruno Schiappa, Cucha Carvalheiro, António Terra, Fernando Nogueira. Frequenta os Cursos: “Arte 6 – Academia TV/cinema”; Interpretação TV/Cinema com Thaís de Campos e André Cerqueira; Expressão Vocal com Lucília São Lourenço; Consciência e Expressão Corporal com Bruno Schiappa e Pedro Pires; Canto com Bruno Schiappa.
Actuou nas criações “O caso das Petúnias pisadas”, “Não era uma vez…”, “Estado de city”, “Desencantamentos”, “Auto da Compadecida”.
Tornou-se actriz residente na companhia Animateatro em 2002 integrando os espectáculos: “Viagem ao passado”, “Coração de boneco”, “A menina que lê poemas”, “Estas mulheres”, “Covil K”, “O Conto da quinta”; “Solidão”; “A Fábula do Gato e da Gaivota”; “Em Busca do Tesouro Perdido”; “Lupis, Jacas e Lupões”; “YERMA”; “Pinóquia”; “Em busca do Barulhinho”; “Paz Mundial” (com encenação de Nicolas Brites); “O Cocó do Cão?”; “Gosto e não me importo”; “Vêtoca”; “POESIA à la carte”; “dona BÔ e senhor NIZ”; “Eufémia”; “A ILHA de Plástico” e “BALBUCIA”.
Em 2013 numa co-produção entre a MUSGO, Animateatro e Cultursintra actuou no espectáculo “OU QUIXOTE” sob direcção de Paulo Campos dos Reis.
Outras Valências: Curso Técnico de Animação de Turismo; Formadora de Expressão Teatral no projecto de inserção social A-AMARTE em parceira com o Município do Seixal; Apresentadora da “Revista à Portuguesa”; técnica de Palco na criação “Mão na Luva”.
Carteira profissional de actriz emitida pelo “Sindicato dos Trabalhadores de Espectáculos”.

nascido em Lisboa em 1976.

Com frequência universitária no ISCTE em Psicologia Social, foi como actor que se profissionalizou.
A sua já longa experiência  inclui participações, desde 1990, em diversas produções teatrais, com o grupo amador A FARRA: “Inferno”, “O que é que aconteceu na terra dos procópios”,  “Grandes sucessos de Shakespeare”, “O concílio do Amor”, “Auto da restauração da independência” de autoria colectiva (prémio da Defesa Nacional e Juventude – Patrocinado pelo Ministério da Defesa Nacional), “A máquina da imaginação e “A Bruxa”, de autoria colectiva.
Participou em diversas curtas-metragens, dirigidas por Possidónio Cachapa, Christine Pereira, entre outros, assim como em vários trabalhos de animação, em colaboração com empresas privadas, juntas de freguesia e câmaras municipais.
Formador no projecto “Viver a Dança e o Teatro na Escola”, projecto incluído no Plano Educativo Municipal da Cm Seixal, desde 2001, lecciona também aulas de expressão dramática em vários colégios particulares e associações.
Actor residente da companhia ANIMATEATRO, desde 2004, participou nas produções “A mosca na vidraça”, de João Carlos Pereira, “História do concelho do Seixal”, “A oferta damos no final”, “Fragmentos de Pessoa”, “Sem luz não há Natal”, “As Viagens de Gulliver”, adaptação do romance homónimo de Jonathan Swift, “Dragões, Princesas e muitas certezas”, adaptação livre de Ricardo G. Santos, da obra “Uma Princesa do Pior” de Sara Ogilvie e Anna Kemp, e “Alice no País do Soldadinho de Chumbo”, adaptação livre dos clássicos “Alice no País das Maravilhas” e “O Soldadinho de Chumbo”, de Lewis Carrol e Hans Christian Andersen, respectivamente.

banner lili nascida em Lisboa em 1986.

Com frequência do 3º ano da Escola Superior de Teatro e Cinema – Opção Dramaturgia; obteve também formação com Ana Borralho e João Galante e concluiu com distinção o Curso de Formação de Actores Profissionalizante do Espaço Evoé em Interpretação (trabalho do actor); Teatro do Gesto; Poética da improvisação; teatro de máscara; Corpo e Movimento para teatro; Movimento Contemporâneo; Dança Contemporânea; Teatro e Dança; Performance Contemporânea; Teoria Teatral; Espaço de Criação, com Coordenação de Pablo Fernando e Direcção de Susana Cecílio.
Trabalhou, desde 2004, na Associação de Intervenção Cultural Casa dos Afectos, com Encenação de João Nuno Esteves, como actriz nas peças, “Falar Verdade a Mentir”, de Almeida Garrett, “Frei Luís de Sousa”, de Almeida Garrett, “Felizmente há luar”, de Luís de Sttau Monteiro, “Memorial do Convento”, baseado na obra de José Saramago, adaptação de João Nuno Esteves, e ainda, “Procissão Poética”.
Desde 2009, é actriz residente da companhia ANIMATEATRO, onde conta já com interpretações em “Heidi”, adaptação do original de Johanna Spyri, “Os Cães”, uma adaptação livre de “Romeu e Julieta” de Shakespeare, “As Viagens de Gulliver”, adaptação do romance homónimo de Jonathan Swift, e “Dragões, Princesas e muitas certezas”, adaptação livre de Ricardo G. Santos, da obra “Uma Princesa do Pior” de Sara Ogilvie e Anna Kemp.

banner_patriciaricardo nascida em Portalegre em 1986.

Fotografa desde a adolescência, utilizando tanto a fotografia digital como a fotografia analógica,depositando muito da sua paixão e preferência pelo filme nos seus diários visuais. Registou as produções “Dragões, Princesas e Muitas Certezas” e “Dôna Bô e Senhor Niz”, as mais recentes produções infantis da Companhia de Teatro Animateatro; registou também a presente produção da companhia “Camões – O Poeta Soldado” e documentou a co-produção Utopia Teatro, Musgo – Produção Cultural e Animateatro, “Corpo-Mercadoria”, projecto teatral que aborda o tráfico de humanos e a escravidão moderna.
Teve, também na adolescência, uma breve passagem pela Companhia Fatias de Cá e é em 2013 que volta a reencontrar o teatro através da Animateatro onde ingressa no Curso de Iniciação. Faz produção na companhia desde esse ano, continuando a registar fotograficamente o trabalho da mesma.

banner_L_fonseca nascida em Lisboa em 1979.

Depois de se licenciar em Design de Equipamento, percebeu que não era nesta profissão que se iria realizar, e decidiu mudar de carreira. A sua formação de actriz passou pela Sociedade de Instrução Guilherme Cossoul, Escola de Musicais da EDSAE, Teatro de Carnide, Escola de Actores In Impetus onde destaca a importância de Ávila Costa, Margarida Antunes, Graça P. Corrêa, Sofia Cabrita e Luciana Ribeiro entre outros. Frequentou também workshops como Commedia Dell’Arte com Nuno Pinto Custódio, “O Método” do Actors Studio de Nova Iorque por Marcia Haufrecht e Dobragens de Animação na Dialectus.
Integrou o elenco de várias peças entre as quais “Mister, Move your Mattress” no Lisbon Players, 7º Céu de Caryl Churchill, Trágico à Força de Anton Tchekhov, Vertigens de Sergi Belbel e Sinais de Nevoeiro de Tennessee Williams e, mais recentemente, Amantes de Fresco de Filipe Salgueiro.
Na área da publicidade, fez alguns trabalhos tanto como actriz, como locutora, e participou também em algumas curtas-metragens e vídeo-clips.
Actualmente é actriz residente da Companhia Animateatro.

Equipanascido nas Caldas da Rainha em 1984.

Frequentou a Escola Profissional de Teatro de Cascais, onde representou os mais diversos autores como, Gil Vicente, William Shakespeare, Moliere, Brain Friel, Sófocles, Aristófanes, Ésquilo.
A sua estreia profissional foi em 2004 no Teatro Experimental de Cascais com a peça “Sonho de uma noite de verão” de William Shakespeare, na mesma companhia interpretou “Alice” de Louis Carol, “A cozinha” de Arnold Wesker e “D. Carlos” de Teixeira de Pascoais.
De 2008 a 2010  interpretou as “Vedetas “ de  Lucien Lambert no Teatro Tivoli com encenação de José Lobato.
Itenerou com a companhia Teatro Azul  na peça “Historia Portugal em uma hora” na qual foi distinguido com o certificado de Mérito Artístico e “Ligações Perigosas” de Christopher Hampton; Encenação Pedro Barão.
Em cinema participou no filme “ A Rapariga de maquina de filmar” realizado pela RTP na curta metragem “Aparências “ da Universidade Lusofuna e em “Woyzeck” filme de Tiago Durão.
Ao longo dos anos foi actor nos mais variados anúncios televisivos como: Sagres, Worten entre outros, participou também na serie televisiva “Maternidade” da RTP e pontualmente em Telenovelas da TVI.
Actualmente é actor na companhia Animateatro e integra dois projectos cinematográficos.

Moniznascido em Lisboa em 1989

­Na música, iniciou os estudos em trombone na banda filarmónica da SFCIA e mais tarde no Conservatório Nacional, tocando atualmente na banda Groove Mood. Integra também o coro emCANTUS na voz de baixo. No teatro, começou a sua formação no grupo Grutesco, licenciou-se na Escola Superior de Teatro e Cinema, formou-se em técnica da máscara com Gonçalo Fonseca e Miguel Fonseca e em teatro no espaço público com Carina de Wit. Fez espetáculos para o público escolar como Auto da Barca do Inferno e Falar Verdade a Mentir. Actualmente é actor na Companhia Animateatro.