Animateatro | “Sementes”
9273
post-template-default,single,single-post,postid-9273,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-3.4,wpb-js-composer js-comp-ver-5.0.1,vc_responsive

ANIMATEATRO

“Sementes”

  |   agenda cinema s. vicente
  • 10 Fevereiro (Domingo)
    Cinema S. Vicente
    16H

 

 

“SEMENTES quando o sonhadário germina”

teatro clown

por CASULO | CAÍSA TIBÚRCIO (Brasil)

M3 | 45min

 

Sobre
O espetáculo trabalha com a metáfora poética da semente, fala-nos sobre as possíveis sementes da vida, das organizações, dos desejos, dos sonhos, da arte.  A criação iniciou com as memórias de uma brincadeira de criança em que diziam: “se engolires uma semente de fruta nascerá uma planta na tua barriga”. Estas possibilidades e fantasias povoaram a mente da atriz Caísa Tibúrcio durante a montagem deste solo clownesco. A metáfora de plantar e cuidar de uma semente foi ganhando mais força com a influência imagética do filósofo Gaston Bachelard, com o poeta Wilson Pereira, com as metamorfoses naturais presentes na poesia de Manoel de Barros, também com a figura mítica Maira Jatobá de Helena Oliveira, a música de Luiz Gonzaga, “A maior flor do mundo” de José Saramago e “Marcelo Marmelo Martelo” de Ruth Rocha . O espetáculo é uma brincadeira que serve para experimentar o mundo sob o signo de uma semente, a personagem é uma plantadora imperturbada que nos instiga a sermos nós próprios terrenos férteis capazes de germinar desejos incríveis. Semeando teremos a oportunidade de cheirar flores imaginadas, dançar e ouvir a música dos passarinhos, comer a fruta nascida dos devaneios de infância, afirmar a liberdade do sonhadário.

 

Sinopse
Das lembranças de menina, de quando a semente brotava do próprio ser, nasceu esta poesia.
Vem do começo da vida, do sonho.
Num pedaço de terra seco, no interior do mundo, uma mulher se encontra sozinha.
Carrega na sua bagagem a simplicidade, o sonho e alguns objetos encantatórios.
De repente…momentos mágicos acontecem.
Será que ela está mesmo sozinha?

 

Ficha Técnica e Artística
Atriz e Concepção: Caísa Tibúrcio | Dramaturgia: Caísa Tibúrcio e Ana Flávia Garcia | Direção Musical: Lucas Tibúrcio | Direção de Arte e Figurino: Roustang Carrilho e Caísa Tibúrcio | Iluminação: criação coletiva | Fotografia: Diego Bresani, João Campello e Franz Mendes | Registro videográfico: Baleia Filmes | Designer gráfico: Jana Ferreira | Produção Geral: Casulo Teatro