Animateatro | “Subsolo”
9400
post-template-default,single,single-post,postid-9400,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-3.4,wpb-js-composer js-comp-ver-5.0.1,vc_responsive

ANIMATEATRO

“Subsolo”

  |   agenda animateatro
  • 16 Março (Sábado)
    Espaço Animateatro
    21H30

 

 

“SUBSOLO”
de Carolina Figueiredo e Mafalda Mósca
M16 | 60min

 

No início de cada apresentação haverá uma recolha de alimentos que serão entregues na Associação Refugiados em Portugal. O espetáculo inicia-se com uma instalação.

 

Sobre
SUBSOLO é uma constatação de que a guerra mudou muito pouco com a evolução dos tempos, apenas se tornou mais simples e eficaz. Com os avanços da tecnologia o ser humano procura constantemente aproximar-se do sofrimento do outro. Desta forma podemos dizer que SUBSOLO apresenta uma realidade paralela, quase que uma distopia que está tão próxima de acontecer num futuro próximo. Uma crítica irónica ao voyeurismo presente na nossa sociedade atual em relação à guerra permanente a que temos acesso através dos média.

 

Sinopse
A guerra não passa de um Aquário cheio de corpos, que estão limitados por um espaço, onde a única forma de sobreviver é também a única forma de morrer. Os que detém o poder dominam os movimentos das águas consoante o que mais lhes aprouver. E assim sendo, estes corpos não passam de meras saquetas incómodas e poluídas, que um dia pensaram ser humanos. Chamamos humanos aos que desumanizam aqueles que eram tão humanos como nós. E chamamo-nos o quê a nós que não desumanizamos nem somos humanos? Somos os vigilantes silenciosos, os assassinos escondidos, os monstros que assistem, e residem, sentados confortavelmente nos nossos lares, enquanto contribuímos para a destruição do mundo sem fazer nada. Saramago dizia, “se puderes olhar vê, se puderes ver, repara”, nós dizemos, se puderes olhar vê, se puderes ver, age.

 

Ficha Técnica e Artística
Texto, Direção e Interpretação: Carolina Figueiredo e Mafalda Mósca | Produção: TEATRO EFÉMERO | Apoio Técnico: André Madruga e José Santos | Cenografia: Carolina Figueiredo, Júlio Almas e Mafalda Mósca | Voz: Tiago Carrasco | Operação de Luz e Som: Miguel Moisés | Edição de Vídeo: Samir lx connct | Apoio à Produção: Departamento de Artes Cénicas, Universidade de Évora